Archive for



Vídeo: Nova entrevista de Kristen para o E!Online
12, ago
postado por Juliana Rocha

Kristen concedeu junto com Jesse Eisenberg uma entrevista para o E!Online onde falou sobre as cenas de luta e porquê ela aceitou o papel de Phoebe em American Ultra. Confira:

Entrevistador: Coincidência, ou vocês dois estavam procurando ativamente para trabalharem juntos?
Kristen: Não foi um esforço proativo mas definitivamente bem-vindo. Assim que eu ouvi que Jesse estava ligado ao script que foi me enviado, antes mesmo de ler, eu estava quase certa, considerando que eles queriam que eu fizesse eu estava tipo ‘legal, este é meu próximo trabalho’, mesmo antes de eu ler até o final.

Entrevistador: Vocês já fizeram filmes de ação antes, mas eu acho que é um nível diferente, vocês estavam ensanguentados, quer dizer tem vários elementos diferentes nele.
Kristen: Sim, toda ação que eu já fiz em filmes tipicamente tem sido muito fantasiosa, e esse foi bem ganancioso, foi tipo se alguma coisa batesse na gente a gente sangrava, você sabe, na cabeça sagra bastante, eles vão estar tipo cobertos de sangue, você sabe o que eu digo, e normalmente em filmes é tipo você tem um pequeno gotejamento aqui.

Fonte|Tradução: Juliana Rocha – Equipe Kristen Stewart Brasil

Kristen e Jesse continuam divulgando American Ultra e concederam uma entrevista ao ET Canada onde falaram sobre as cenas de luta e mais. Confira:

Tem seis anos desde que nós vimos Kristen Stewart e Jesse Eisenberg juntos num filme, em Férias Frustradas de Verão (2009) e a reunião deles valeu a espera.
Eles estrelam como um casal de drogados que vão de preguiçosos para assassinos frios depois de descobrirem um plano governamental para matar eles em American Ultra – mas eles lamentam sobre todos os acidentes que eles causam.
“É como se os canadenses estivessem em um filme de ação” diz Eisenberg. “Exatamente!” Stewart ri, acrescentando, “é como ‘não me faça matar você. Eu não quero matar você’ e então eles morrem e você está tipo ‘me desculpe.’”
Stewart definitivamente não tem arrependimentos quando se trata de ter aceitado esse papel. Ela nos diz que foi sem pensar “Assim que eu ouvi que Jesse estava ligado a isso, antes de eu ler eu estava tipo ‘Eu estou dentro. Eu sei que se ele quer fazer isso eu tenho certeza que é ótimo e se eles querem que eu faça isso eu estou dentro.’”
Os dois se submeteram a um sério treinamento para fazer as sequencias de lutas, mas eles admitem que eles não seriam capazes de aguentar nenhuma batalha na vida real.
“Eu não iria querer sair na rua”, Eisenberg admite. “As lutas que a gente fez no filme foram esse estilo de luta com acrobacias…tipo você tem que ser muito forte e rápido e ah…” ele para enquanto Kristen cantarola, “nós não somos”.
Bem, o que eles podem não ter em força bruta eles compensam no humor! Eles recentemente participaram de um vídeo (Funny or Die) onde eles entrevistaram um ao outro brincando sobre o tipo perguntas que os homens são perguntados versus as mulheres.

Os atores disseram que o vídeo tem ajudado durante a divulgação, limitando a quantidade de perguntas constrangedoras que eles estão respondendo – e na realidade eles tem que agradecer a irmã de Jesse pela ideia! “Ela terminou suas aulas universitárias do estudo de gêneros então eu acho que ela estava em sintonias com esse tipo de horror”, ele diz. “Distinção” Stewart adiciona “entre o jeito em que uma mulher e um homem são entrevistados”.
“Ela realmente nos ajudou”, ele revela.
American Ultra estreia nos cinemas dos EUA em 21 de agosto.

Fonte | Tradução: Juliana Rocha – Equipe Kristen Stewart Brasil

Vídeo: Nova entrevista para o Yahoo!
11, ago
postado por Juliana Rocha

Kristen e Jesse Eisenberg estão divulgando American Ultra e concederam uma entrevista para o Yahoo! onde falaram sobre os seus personagens. Confira:

“Se você esteve com dois personagens que são mais fortes juntos do que separados, você vai torcer para que eles fiquem juntos no final.”

Tradução: Mari – Equipe Kristen Stewart Brasil

Olivier Assayas fala sobre Kristen em nova entrevista
01, maio
postado por Juliana Rocha

Oliver Assayas, diretor de Acima das Nuvens, concedeu uma entrevista para a Eye For Film e falou um pouco sobre Kristen e sua colega de elenco Juliette Binoche, e seus diferentes estilos de atuação. Confira:

Richard Mowe: Você pode falar sobre os diferentes estilos de atuação de Kristen Stewart e Juliette Binoche?
Olivier Assayas: Isso é muito sobre o que o filme aborda. Tem atrizes vindas de culturas totalmente diferentes. Elas têm uma experiência completamente diferente e eu tenho uma relação muito diferente com as duas. Atuar também é sobre a relação entre o ator e o diretor. Não é apenas você lá sozinho. Juliette é uma atriz muito experiente que passou por muitas fases. Ela é uma atriz que teve fases assim como um pintor teria fases. Na primeira época de sua carreira ela estava indo em uma direção de controlar o que ela estava fazendo e talvez intelectualizando o que ela estava fazendo e agora gradualmente ela se soltou. Ela entendeu que ela poderia ser confiante o suficiente para improvisar e reinventar as cenas e tentar coisas. Basicamente é o processo que todos os atores passam porque é o único jeito que eles podem se divertir fazendo o que eles fazem. Alguém como a Kristen estava fazendo o filme porque ela sentiu que tinha algo a aprender com a Juliette. Ela pensou que estava sendo limitada sobre o que ela podia fazer em termos da sua atuação, pelas regras e rigidez do que é esperado de uma jovem atriz americana em um filme americano. Ela teve o sentimento de que tinha mais para atuar, tinha mais espaço e que ela podia tentar as coisas do mesmo jeito que Juliette tenta. O que fez a química entre elas nesse filme foi o fato que Juliette entendeu isso e entendeu que ela podia dar algo para ela e elas começaram bem distantes e gradualmente ficaram mais próximas. Elas aprenderam a funcionar com um casal – e até algumas vezes pareceram uma só pessoa. Eu vi Kristen tentar algumas coisas que ela obviamente pegou da Juliette e que ela não teria tocado nos dias iniciais de nossas filmagens.

RM: Você parece se sentir atraído por mulheres fortes em seus filmes. Por quê?
OA: Não só em filmes – na minha vida também! Eu tenho tido sorte de ter feito filmes com grandes atrizes. Eu tenho sido privilegiado – eu já trabalhei com Juliette e Kristen e Maggie Cheung, Asia Argento, Jeanne Balibar e assim por diante. É difícil explicar o que inspira você mas eu acho que retratar mulheres na sociedade moderna é emocionante e interessante. Tem um sentimento de que o que define o mundo contemporâneo é o jeito que as mulheres tem ganhado poder e como elas aprenderam a usar esse poder e isso tem sido um assunto que me fascinou não só em filmes mas também na vida real e na arte e em como a sociedade está mudando.

RM: O que Kristen Stewart trouxe para a mesa?
OA: Eu supus que ela era capaz de brincar um pouco com a fama de Hollywood e com sua persona de Crepúsculo. Ela trouxe uma nova dimensão. Juliette era parte real e parte fictícia e de repente Kristen também era parte real e parte fictícia. Isso se tornou um tipo diferente de filme – nos meus outros filmes eu tentei apagar os atores e fazer eles se misturarem com seus personagens, enquanto aqui eu me dei conta que era importante que vocês estivessem dentro e fora de suas personas. O filme girou em torno das suas personagens e elas mesmas individualmente.

Fonte | Tradução: Juliana Rocha – Equipe Kristen Stewart Brasil

Juliette Binoche fala sobre Kristen em entrevista
07, abr
postado por Juliana Rocha

Juliette Binoche que atuou com Kristen em “Acima das Nuvens” concedeu uma entrevista em que falou sobre Kristen e o porquê de ela ser uma ótima atriz. Confira:

Indiewire: Em “Acima das Nuvens”, você faz o papel de uma atriz de meia-idade que se sente ameaçada por uma atriz mais nova. Eu estou supondo que você não está realmente se sentindo ameaçada por Kristen Stewart ou Chloe Moretz. Você assumiu o papel de uma mentora ou uma professora durante as filmagens?

Juliette Binoche: É interessante, porque eu li uma entrevista – e eu realmente não leio entrevistas – que o Oliver disse que teve momentos que eu estava mostrando Kristen, mostrando a ela como atuar. Para mim, nunca foi assim. Ás vezes eu pressiono ela, porque eu sei que ela tem potencial. Quando você vê isso, é muito emocionante, como uma atriz, ir lá e ajudar alguém. Eu acho que no fundo eu gostaria de ser um professora um dia. É sobre ser mãe, sobre dar à luz, tipo a situação de uma parteira, e tem algo muito gratificante em um lugar bem escondido. Quando você vê alguém se transformar e crescer, é recompensador porque traz esperança a todo mundo. Com a Kristen, no filme ela está feita. Eu acho que ela nunca realmente experimentou quão incrível ela é. Na verdade, quando eu vi ela em entrevistas, o jeito que ela escuta e responde, eu disse “Isso é uma grande atriz”. Apenas o jeito de receber e devolver. Eu acho que ela tem uma incrível carreira a frente dela, e ela vai nos surpreender.

Fonte | Tradução: Juliana Rocha – Equipe Kristen Stewart Brasil

23456