Kristen Stewart esteve no Sundance Film Festival para divulgar seus filmes Love Me e Love Lies Bleeding. Durante a passagem pelo festival, ela conversou com o Deadline sobre os dois filmes. Confira:

“Esse filme é obscuro”, Kristen Stewart disse no estúdio no Deadline no Sundance.

Em Love Lies Bleeding, de Rose Glass, Stewart interpreta Lou, uma gerente de academia que se apaixona por Jackie (Katy O’Brian), uma fisiculturista a caminho de Las Vegas, mas no final as duas são puxadas para os esquemas da família criminosa de Lou.

“A protagonista é um pouco afável”, disse Stewart, “mas no final das contas há um tipo de violência familiar, que realmente está em todos nós, porque não somos diferentes uns dos outros. Acredito na individualidade, mas somos todos humanos e todos temos a capacidade de fazer coisas muito nojentas. É também uma história de amor que se passa nos anos 80 e que fala sobre força.”

Love Me é um filme sobre uma bóia e um satélite que se encontram online muito depois da extinção humana”, explicou Andy Zuchero, que co-escreveu e co-dirigiu o filme com Sam Zuchero. Nascidas da ideia de a IA emular a vida real, e nossos avatares online, as entidades “finalmente evoluem para um mundo que parece tão realista quanto o nosso.”

Em entrevista no estúdio do Deadline no Sundance, Kristen Stewart acrescentou: “O filme é sobre todos nós, todas as nossas projeções, medos e inseguranças. A forma como interagimos com nós mesmos e uns com os outros, a forma como nos apresentamos. A negociação entre mentiras e manipulação e também a disparidade em querer ser visto. Eu olhei para o roteiro e pensei: “Ah, então eu poderia interpretar todos no mundo inteiro neste filme, e na verdade, só poderia interpretar eu mesma.” Quando assisti ao filme, todo mundo que já conheci estava representado nele.”

Yeun disse que foi informado de que Stewart estava a bordo do projeto quando leu o roteiro. “Sinceramente, sou um grande fã do trabalho dela. Pensei: “Se ela está no filme, então vai ser demais.’” Steven explicou que no primeiro encontro com os Zucheros e Stewart, ele sentiu “uma tensão interessante, uma verdadeira honestidade. Acho que todos estamos buscando uma experiência assim.”

Quanto ao que ela espera que o público interprete do filme, Sam Zuchero disse: “Gostaria que as pessoas soubessem que podem mudar, podem evoluir, podem ser o que quiserem e, se amarem a si mesmas, então haverá mais amor no mundo, para elas e para todos os outros.”

Fonte | Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil