Kristen Stewart compareceu à estreia de seu novo filme, Love Me, durante o Sundance Film Festival no dia 19 de janeiro. Ela esteve ao lado de Steven Yeun, seu colega de elenco, e dos diretores Sam e Andy Zuchero. Confira tudo o que rolou abaixo:

EVENTOS > PREMIERES > PREMIERES 2024 > (19/01) PREMIERE DE LOVE ME NO SUNDANCE FILM FESTIVAL

Pode ser estranho chamar de intimista um filme que apresenta toda a história da humanidade e que tem visuais do grande apocalipse desde o início, mas Love Me não é um filme comum. “O início foi diretamente influenciado pela citação de ‘Pale Blue Dot‘ de Carl Sagan, disse Andy Zuchero, um dos diretores do filme, durante a conversa sincera e calorosa após a estreia do filme no Sundance Film Festival. Fazer referência a uma das citações mais conhecidas do famoso astrônomo (e influenciador da gola alta com blazer) é normal para esta história de amor conceitual. “Queríamos que [este filme] proporcionasse a mesma sensação de admiração daquela fotografia da Terra — o sentimento de ser grande e pequeno ao mesmo tempo.”

É assim que também sentimos a emoção e o amor de um novo relacionamento. Tudo é grande e pequeno ao mesmo tempo. Para Me (interpretada pela aventureira Kristen Stewart) e Iam (interpretado por um diferente Steven Yeun), pequenos prazeres como fazer “quesadillas vegetarianas picantes” do Blue Apron enquanto vestem macacões ridículos de animais e assistem reprises de Friends em noites de encontro são monumentais.

Na verdade, para Me e Iam, é tudo o que eles fazem porque não são humanos de verdade. Me é uma bóia inteligente flutuando no oceano no fim do mundo que se conecta com Iam, um satélite que orbita os vestígios do nosso planeta com a história da humanidade para qualquer ser vivo que vagueie pela atmosfera da Terra. Me fica imediatamente interessada em continuar sua conexão com Iam, mas o satélite só está programado para se conectar com seres vivos. De repente, Me precisa se tornar um ser vivo — e um que seja aceitável para o satélite. O filme conceitual começa a se tornar muito mais familiar para quem já navegou no mundo do namoro virtual.

Através da magia aparentemente eterna dos influenciadores do YouTube, Me assume a personalidade e a aparência de Deja e começa a transformar Iam no namorado dela. O problema é que tudo o que ela sabe sobre ser humana é por meio dos vídeos patrocinados da vida tranquila dessa influenciadora, onde as pessoas se chamam de amor e escondem alianças de casamento em potes de sorvete. Enquanto Me tenta forçar Iam a recriar perfeitamente o vídeo encenado da antiga humana, Iam começa a se perguntar o que realmente significa ser real.

“Este é o filme sobre relacionamento e pessoas mais honesto do qual já participei”, diz Stewart, tentando encontrar as palavras certas para descrever os níveis de identidade e caráter dentro de Love Me. Ela sorri e ri de si mesma brevemente. “Uau, ‘filme sobre pessoas’. Que bom que estou aqui para explicá-lo!” As risadas explodem no palco onde Sam Zuchero melhora o argumento de Stewart: “Este filme é sobre o eu interno e que você apresenta… como somos em nosso quarto versus como queremos ser vistos pelos outros.”

Love Me começa com algo tão grandioso quanto o big bang e termina com dois seres que passaram a aceitar quem são e a apreciar plenamente quem é seu parceiro. É difícil decidir o que é mais inspirador. Viu? Grande e pequeno.

Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil