Kristen conversou com o site Yahoo News sobre seu novo filme, Café Society, e também sobre como é ser famosa nos dias de hoje. Confira abaixo:

Cannes (França) – A atriz de Crepúsculo, Kristen Stewart, criticou a desvantagem do estrelato, mas agradeceu Woody Allen por descobrir suas profundezas ocultas em seu novo filme que abriu o Festival de Cannes nessa quarta-feira.

Stewart, que tem dois filmes esse ano no festival encantou os críticos com sua performance em Café Society, de Woody Allen, um romance centrado em Hollywood, em 1930.

Com a transição de vampira adolescente para queridinha do indie, Stewart disse que a enorme fama nessa idade tem sido um preço muito alto a pagar por sua atual liberdade artística.

“É como o maior concurso de popularidade do mundo”, disse Stewart, cuja relação com Robert Pattinson atraiu a atenção da mídia de forma intensa.“Você pega o ensino médio e o transforme no mundo real – ele amplifica tudo, é bem intenso.”

Stewart, 26, e seus colegas de elenco Jesse Eisenberg e Blake Lively foram recheados de perguntas sobre uma fala do filme que diz: “Hollywood é chata, desagradável e pessoas passam a perna uma da outra.”

“Definitivamente há um enorme fervor inegavelmente oportunista que acontece,” disse Stewart. “Eu acho que seres humanos sempre estão arranhando um ao outro para chegar ao topo. Eu acho que isso é verdade na maioria das indústrias, mas Hollywood tem uma superfície que torna isso mais óbvio.”

Stewart disse que ela havia feito o teste para seu papel no filme de Allen – um movimento raro para a atriz com uma forte bilheteria – e teve de abandonar sua abordagem usual para um papel.

“Por sorte, uma vez que conseguimos, a qualidade que é tão familiar e imediatamente reconhecida (nos filmes do Woody), ele simplesmente aconteceu intrinsecamente. Quem sabe, talvez nós não fizemos mas eu acho que acertamos em cheio,” disse ela com um sorriso malicioso.

-”A melhor sensação”-

Stewart disse que ela trabalhou com Allen para desenvolver o caráter, uma secretária de cidade pequena ganhando o coração de dois homens em Hollywood. “Nunca me mudo completamente, mas é como encontrar coisas que estão um pouco mais enterradas. Ele provavelmente viu algo em mim que eu não tenha visto e essa é a melhor sensação do mundo.”

Lively, exibindo sua pequena barriga de grávida usando um macacão vermelho, disse que Tinseltown tinha evoluído desde a época glamourosa retratada no filme de Allen.

“Nos anos 30, os estúdios eram provavelmente um pouco mais dominante do que são agora, eles possuíam atores e cineastas,” disse a atriz de 28 anos. “Agora eu acho que a mídia é mais invasiva e passa por cima dos outros e o acesso que as pessoas têm para conhecer – se eles não tem acesso eles irmão criar. Agora é provavelmente mais desafiador.

Stewart, que também aparece no filme da competição, “Personal Shopper”, durante o festival de 12 dias, entrou na conversa: “Esse é um bom ponto.”

Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil