Arquivo de 'magazines'



Nicolas Ghesquière fala sobre Kristen
07, dez
postado por KSBR Team

Nicolas Ghesquière, ex-diretor criativo da Balenciaga, falou sobre Kristen para a revista Le Figaro na edição de setembro deste ano. Confira o artigo a seguir:

Scans > 2012 > Vários scans com pequenos artigos sobre Kristen

Finalmente, há Kristen, a heroína desta nova obra olfativa. Depois de Charlotte Gainsbourg, tesouro nacional, alguns se perguntam sobre a escolha atlantista. Nós havíamos lido poucos anos atrás, uma maravilhosa entrevista com Guesquière por Tom Ford onde o criador, líder do novo departamento Francês, lembrou de suas origens dizendo que ele achou inspiração e um forte diálogo com os Americanos.

Embaixadora carismática

“Eu vivo na França e eu sou muito ligado à nossa herança, abreviou o designer. Mas eu amo pegar emprestado, coisas de outras culturas, explorar novos territórios. Em relação a Kristen,apesar de ser americana, ela não corresponde com as imagens que nós possamos fazer. A nacionalidade dela não determinou a minha escolha. Eu lembro da primeira vez que eu vi ela em O Quarto do Pânico, onde ela tinha doze anos, ela estourou na tela. Mais tarde, durante uma sessão de fotos com Bruce Weber para a revista Interview, eu estava curioso para ver o que ela havia se tornado. Nós fotografamos na antiga residência de Warhol em Montauk. Ela já era uma jovem garota: Eu tive um verdadeiro choque estético.

No tapete vermelho, antes do contrato para o perfume, a atriz era considerada uma das mais carismáticas embaixadoras da Balenciaga.”Mas eu não considerei o tamanho de Kristen. É impressionante o que ela gera, o fascínio que ela exerce em sua geração.

Via | Tradução: Fernanda Mello – Equipe Kristen Stewart Brasil

Galeria: Scans e outtake da revista AERA
03, dez
postado por KSBR Team

Kristen é capa da revista AERA, do Japão, e nós adicionamos alguns scans e um outtake em HQ na nossa galeria. Confira:

Photoshoots > Photoshoots 2012 > AERA Magazine Outtakes

Scans > 2012 > AERA Magazine (Japão) – Dezembro

Enquanto estava em Paris divulgando On the Road, Kristen concedeu uma entrevista para a revista Trois Couleurs que fez uma edição especial para o filme. Confira informações sobre a revista, a tradução da entrevista e os scans, abaixo:

Scans > 2012 > Trois Couleurs (França) – Edição Especial por On the Road

»19 de dezembro de 2011 – o produtor Charles Gilbbert tweeta sobre um especial de ‘On the Road’

@charlegillibert – “Jornalistas do Trois Couleurs estão trabalhando em uma revista mundial completa sobre o “beat”, o livro, Kerouac, as filmagens, entrevistas”

»6 de janeiro de 2012 – Mais informações sobre a edição especial em uma entrevista com Walter Salles para “Your Entertainment Corner”

– A revista terpa, no mínimo, 132 páginas.
– Será lançada em meados de março.
-Irá incluir entrevistas com os atores, diretor, roteirista, produtores, designers, compositores ..
– Com os repórteres de “Three Colors” que viajaram para Paris, Nova York, Londres, Berlim, etc. Podemos encontrar informações privilegiadas sobre a vida de Kerouac, sua obra e seu legado nas áreas de literatura, cinema, música, artes e da sociedade.
– E um portfólio de fotos exclusivas tiradas por Walter Salles, antes, durante e após as filmagens. (mais…)

11, nov
postado por KSBR Team

Kristen é capa da revista The Sunday Times, edição de novembro, e você pode conferir os scans em nossa galeria:

Scans > 2012 > The Sunday Times Magazine – Novembro

09, nov
postado por KSBR Team

Kristen concedeu uma entrevista para a revista Backstage, na qual ela é a capa da edição de novembro. E o KSBR trouxe a tradução e scans pra você, confira:

Scans > 2012 > Backstage – Novembro

Desde que sua carreira decolou na estratosfera com o primeiro filme “Twilight” em 2008, Stewart tem sido frequentemente retratada na mídia como séria e mal-humorada, intensamente privada e desconfortável para dar entrevistas. Mas passando alguns minutos com a atriz de 22 anos, se torna aparente que nada poderia estar mais longe da verdade. Sentada no canto de um restaurante de hotel em Beverly Hills, usando uma simples camiseta branca e um boné de beisebol apenas dias antes do lançamento do capítulo final de “Twilight”, “Breaking Dawn: Part 2,” Stewart parece completamente a vontade. Ela é pensativa e calorosa; tirando o fato de que só nos encontramos uma vez, de passagem, seis semanas antes, ela instantaneamente reconhece e cumprimenta sua entrevistadora com um abraço amigável. Ela tem um senso de humor afiado. E, para registrar, “Eu, na verdade, gosto de dar entrevistas!” Ela elabora, “Dado que eu possa falar com cem ou mais pessoas em uma coletiva de imprensa, em algum ponto vai ser criado algo que vai me fazer ver as coisas que eu nunca considerei. É fascinante falar com tantas pessoas sobre uma das coisas mais importantes na sua vida.

Stewart também é uma atriz, e boa nisso, um fato que parece ter sido perdido por toda a atenção da mídia devotada em sua vida pessoal. Mas antes de “Twilight,” seu talento foi obviamente ao gosto de David Fincher, que colocou Stewart, aos 10 anos, para interpretar a filha de Jodie Foster em “Panic Room,” e Sean Penn, que a escolheu a mão para aparecer em seu filme “Into the Wild” de 2007. Também há seus filmes independentes aclamados como “Speak” e uma jovem mulher com desordem neurológica em “The Cake Eaters” de 2007, uma performance tão convincente que as pessoas iriam sempre perguntar a diretora Mary Stuart Masterson onde ela havia encontrado uma atriz com a doença. No próximo mês, veremos Stewart em um dos seus papeis mais desafiadores de se fazer, como Marylou, um espírito livre de 16 anos em “On the Road,” adaptação para as telonas do diretor Walter Salles sobre o adorável romance de Jack Kerouac.

Stewart conheceu Salles em 2007, após o diretor ter visto sua performance como a adolescente melancólica em “Into the Wild,” mas demorou anos para que o filme fosse feito. Tempo esse que Stewart está grata por. “O papel foi tão além de mim naquele momento,” ela diz. “Eu amei a personagem e eu teria feito qualquer coisa para estar envolvida com esse filme. Mas eu fui embora tremendo porque eu estava pensando ‘Ah, meu Deus, eu acho que vou conseguir o trabalho e eu não sei se posso fazer isso!’(mais…)

34567