Arquivo de 'Galeria'



Kristen esteve em Seul, na Coréia do Sul, recentemente para assistir a reapresentação do desfile da Chanel na cidade e também fotografou para a capa da Vogue Coréia. As fotos vocês conferem na nossa galeria e a entrevista abaixo:

 PHOTOSHOOTS > PHOTOSHOOTS 2019 > VOGUE KOREA

PS: Notem que a entrevista foi feita originalmente em inglês, traduzida para coreano, e então traduzida novamente para inglês e português. Algumas frases podem ter se perdido no processo, mas serão corrigidas assim que uma tradução mais precisa em inglês for feita.

Eu assisti ao desfile da Chanel para a coleção Paris-New York em Seongsu-dong. O que te impressionou?
Foi uma grande honra ver o último show de Karl Lagerfeld. Eu me apaixonei mesmo tendo visto online antes. Eu até experimentei algumas roupas, mas eu pude sentir como o tempo era relativo no desfile. Foi um pouco confortante. Se você sente saudade de alguém, você tenta recapturar seu legado e seu passado através das pessoas. Você deve saber que o tempo é sempre relativo e continua passando quando alguém vai embora. Tudo parecia estar se movendo ao mesmo tempo. Foi divertido descobrir o antigo Egito novamente nos tempos modernos, virar de ponta cabeça e reescrever hieróglifos. Houve significado porque foi a última coleção do Karl. Foi muito legal. Foi o melhor momento com a Chanel.

Chanel é a grife mais liberal para mulheres desde o século 20. Você é embaixadora da Chanel desde 2013, e eu amo seu espírito com a marca.
Nem todo mundo me vê como um museu para grifes de luxo. Eu nunca sonhei com essa situação quando era pequena. Francamente, antes de começar a trabalhar com o mundo da moda, achava a moda superficial. Mas nunca senti o peso ao trabalhar com Karl e Virginie ou ter que fingir que estou vendendo algo ou sendo uma outra pessoa. Quando eu trabalho com um artista da Chanel ou quando interajo com a Chanel, fico muito feliz e chocada ao descobrir algo novo em mim assim como quando gravo um filme. Projetos de improvisação autênticos e legais para mim são sagrados. Para mim, arte é uma religião e eu acho que a arte pode nos salvar. Eu amo ir mais além, e acho incrível e uma benção trabalhar com pessoas tão boas. Outra razão pela qual Chanel mantém as coisas preciosas através do seu método de trabalho.

Na segunda metade do ano estreia As Panteras. Em 2000, Cameron Diaz, Drew Barrymore e Lucy Liu estrelaram a versão original do filme. As Panteras era um filme representando as mulheres como personagens principais naquela época. É também um trabalho precioso que destacava mulheres independentes e capazes. Você tem alguma memória dos filmes?
Eu nunca vi a série de televisão, mas eu realmente gostava dos filmes originais. Os dois saíram quando eu era criança. A razão pela qual os filmes são tão emocionantes é que você pode ver mulheres trabalhando juntas. Eu me sinto melhor vendo isso. Parece difícil expressar em palavras o grande trabalho que podemos fazer juntas. Mulheres não são fisicamente fortes, mas tudo bem. Isso é porque existem muitos outros tipos de força. Mulheres podem fazer qualquer coisa juntas. Eu não quero generalizar muito porque existem homens legais, mas eu acho que uma força suave é mais atraente do que força física. Eu só tenho irmãos, mas eles me apoiam. É claro, meus irmãos irão lutar para me proteger, mas eu acho que eu tomo conta deles também. A mensagem do filme é muito legal. As personagens principais não são super heroínas e nem tentam parecer com homens. Se você você assiste muitos filmes de ação, você pode mudar o personagem do Bob para a Sue, e mostramos o poder que só as mulheres possuem. Outra razão pela qual As Panteras é um filme legal é que as três principais não são as únicas mulheres fortes. Mulheres de todo o mundo estão conectadas em uma rede para ajudar uma a outra a lutar contra o mal. É um filme muito divertido e caloroso. Enquanto eu estava filmando, eu achava as outras meninas legais, mas fiquei muito mais orgulhosa do filme completo. Você não quer ser amiga das três quando assiste? Quando eu terminei o filme, eu queria ser amiga das outras duas personagens. Se você assistir o filme, vai sentir que nós três somos muito próximas. As meninas irão pensar que podem fazer tudo juntas! É o sentimento que eu tenho quando estou com a minha melhor amiga. Eu precisava dessa mensagem antigamente, mas eu acho que veio em uma boa época.

Seus personagens refletem seus valores nos seus filmes recentes. Eu lembro de personagens com força interna. Qual seu preferido?
É sempre uma pergunta difícil. Eu estou em cada personagem. Eu não consigo me afastar de corpo e alma. Atores superiores agem com empatia mesmo quando interpretam um personagem muito diferente deles mesmo. Mesmo que você não entenda os motivos do personagem. Fazendo isso, os atores e os personagens se aproximam. Mesmo que seja um personagem completamente incompreensível, estamos todos conectados e fundamentalmente não existe uma pessoa ruim. Todos querem ter uma vida boa. Os personagens que me atraem sempre estão procurando por respostas. Na verdade, eu posso ter demonstrado um lado mais forte porque eu queria proteger o personagem que eu escolhi. Os personagens que eu interpretei possuem muitos problemas. Eram fracos e assustados, mas passaram por alguma situação que os fizeram parecer fortes. Eu tenho que gostar do trabalho. Todo mundo quer fazer um filme. Eles copiam um ao outro, mas às vezes são ridículos. Alguns roteiros são como comerciais. Então, algumas vezes eu leio um roteiro que eu preciso tornar em filme. Mesmo que eu não tenha um personagem para interpretar, existe um roteiro que eu acho que precisa ser filmado custe o que custar. Encontrar um trabalho não é difícil, mas nem sempre funciona porque você consegue ver o que é real e o que não é.

Em que posição você está como atriz?
Eu não me controlo quando estou atuando. Talvez eu esteja muito imersa em me encontrar. O que eu aprendi com a atuação é que eu realmente quero dirigir. Se eu não quisesse controlar a situação quando estou atuando, não saberia que iria querer me tornar diretora. Eu não quero ser uma treinadora porque não sou narcisista. Eu acredito que eu gostaria de liderar os atores e equipe em uma jornada juntos. Será uma meditação dos motivos pelos quais estamos na Terra. A diferença entre atuar e dirigir é o controle. É claro que eu gosto dos dois. É bom trocar forças e ficar completamente imerso. Eu não sei o quão longe cheguei como atriz, mas acho que posso ir para trás das câmeras e virar uma diretora. É claro, eu tive boas experiências enquanto atuava. É estranho fingir ser outra pessoa, mas também existe um ditado que para você entender outras pessoas, você deve se colocar no lugar delas. A atuação esteve em mim por bastante tempo. O que eu aprendi atuando é que tudo bem ficar com alguma coisa. Se eu leio um livro e foi bom, eu quero ler de novo, emprestar pro meu amigo, e falar sobre o livro. Então eu quero usar suas roupas e falar como se eu fosse a personagem principal do livro. Um filme é a sequência mais generosa que pode combinar literatura e ideias de qualquer assunto. Fazer filmes é como ir para a escola. Eu não sei o que eu estaria fazendo se não fosse isso. Eu tenho muita sorte.

Você dirigiu o curta Come Swim e irá dirigir o filme The Chronology of Water. Como diretora, como você é diferente da atriz?
Os resultados não são diferentes, mas o caminho sim. Atores e diretores não são diferentes. Os melhores diretores já fizeram esse caminho e passaram para mim. Não há uma grande diferença. Eu posso fazer novas descobertas, eu quero ser atriz e diretora porque eu quero novas descobertas. Eu não quero empacotar nenhuma lição ou ideia. O que eu sei mais do que os outros? A vida de um ator é um processo e coleção de dados. Você pode viver sem a introspecção, sem pensar muito, mas eu quero trabalhar pensar. As Panteras é um filme divertido de entretenimento, não tem um conteúdo profundo, mas possui forte afeição e fé. Eu quero ajudar outras pessoas a terem a mesma experiência que eu tive. O trabalho pode te levar a inércia e estagnação. Se eu me tornar diretora, eu serei uma atriz melhor. Se eu continuar a fazer a mesma coisa, eu vou bater em uma parede, sacudir a poeira e começar de um novo ângulo. Em outras palavras, diretores e atores ajudam um ao outro.

Como você decidiu dirigir The Chronology of Water?
Quando eu gosto de um livro, parece que é a minha história. Não posso ter a mesma experiência como criadora da arte, mas quando projetada, se torna minha. A autobiografia de Lydia Yuknavich, The Chronoly of Water, é um livro que contém tudo o que eu quero dizer. Os sentimentos que eu sentia foram preenchidos com palavras que eu podia expressar e pareceram aprender uma nova linguagem. Levamos dois anos para adaptar do jeito que escrevemos. Pessoas diferentes possuem jeitos diferentes de experienciar algo. Não há nenhuma resposta ou não há um nível em qual os livros são adaptados. Eu amei tanto essa obra que eu queria desenhar do jeito que era. Enquanto li o livro e o roteiro com Lydia, ela falava constantemente sobre os motivos que isso deveria ir aqui e alí. Nós fazemos isso pelo resultado multiplicado do trabalho. Na vida, as coisas acontecem de repente em uma cadeia de encontros. Graças a um projeto, outro projeto nasce. É muito emocionante. Eu vejo desse jeito. Se você passa isso para um ator, o ator irá atuar com seus próprios olhos. O diretor do filme interpreta com seus próprios olhos. Essa multiplicação de visões estreita a distância entre nós e nos salva um pouco da solidão.

Ainda estão falando de quando você tirou os saltos no tapete vermelho de Cannes ano passado. Você também marchou em silêncio para deixar as pessoas cientes que o número de produtoras e diretoras era significantemente baixo. Quais problemas você não se importa de se expressar? Como você quer usar sua influência como atriz?
Eu quero trabalhar muito. Eu respeito e apoio completamente meus colegas e mentores que geralmente são amigos da mesma idade e mentores respeitados. Eu acho que eu posso falar através do meu trabalho. Até agora, eu tenho tido sorte o bastante para falar o que eu quiser através do meu trabalho. Então eu vou continuar a trabalhar muito. Minhas crenças continuarão a serem vistas em meu trabalho.

Toda vez que você se expressa, parece que não é só sobre você, então eu me senti encorajada. O que você acha que é a coisa mais importante para manter sua fé?
Eu agora vivo uma vida livre que nem todo mundo pode gostar. Tenho pessoas ao meu redor com pensamentos similares, pessoas desafiadoras e boas. Essa liberdade foi conquistada por nada, mas sob quaisquer circunstâncias eu fiz o melhor que pude e nunca pensei que tivesse me traído. É claro que já errei. Erros pessoais, relacionados ao trabalho e ao fazer escolhas erradas. Na verdade, não há diferença entre público e privado. Para mim, o trabalho é algo muito pessoal. Eu costumo acreditar no meu coração e sou muito grata por ter liberdade de escolha.

Você pode compartilhar sua inspiração mais recente?
Eu troquei mensagens de texto com meu melhor amigo um tempo atrás. Ele me mandou algo que ouviu na noite passada. Eu não quero dar significados demais, mas é uma frase simples que me conforta. ”Tudo é nada.” A vida depende de mim e eu posso escrever minha história. Meu corpo é uma história e é minha, então eu posso fazê-la. O importante é que se você segurar uma caneta quando me encontrar, você pode escrever qualquer coisa sobre mim que irá se tornar um espelho que irá me refletir.

Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil

Foi liberado ontem o trailer oficial de As Panteras e a Sony Pictures Brasil já disponibilizou o trailer legendado, que você pode conferir abaixo. Confira também os pôsteres em alta qualidade na nossa galeria!

 FILMES > CHARLIE’S ANGELS | AS PANTERAS > IMAGENS OFICIAIS > PÔSTERES

A diretora Elizabeth Banks revelou as primeiras fotos de sua versão de As Panteras para a revista Entertainment Weekly. Ela também revela mais detalhes sobre o filme, como o nome das personagens que foi mantido em segredo até agora. Confira:

 FILMES > CHARLIE’S ANGELS | AS PANTERAS > IMAGENS OFICIAIS > STILLS

Charles Townsend, o titular Charlie de Charlie’s Angels (As Panteras), transformou a Agência Townsend no céu na terra. Não, de verdade: Na próxima versão da equipe de mulheres que lutam contra o crime de Elizabeth Banks, o tímido milionário distribuindo missões se tornou – em estimativa conservadora – um zilionário.

É lógico. Como Banks diz, sua atualização não é um reboot ou um remake da amada franquia, mas uma “continuação” que incorpora os eventos da série de televisão original dos anos 70 e dos filmes de McG dos anos 2000. E então, ela imagina, em mais de 40 anos desde que Charlie montou o primeiro trio de Panteras, ele deve ter feito uma renovação na sua operação. ”Se você era rico nos anos 70, você só ficou mais rico ainda,” Banks, que co-escreveu o roteiro, diz com uma risada. ”Charles Townsend está mais rico do que nunca, então ele expandiu o negócio para uma agência de espiãs global.”

Sua equipe da expansão inclui o centro da história de Banks: Sabina Wilson (Kristen Stewart), a festeira, altamente habilidosa e imprevisível; Jane Kano (Ella Balinska), a ex-MI e músculo do grupo; e Elena Houghlin (Naomi Scott), a cientista treinada no MIT que, de acordo com Banks, serve como o coração do filme.

Charlie as chama ao redor do mundo, com paradas em Istambul, Hamburgo e Berlim, mas no mesmo de toda a viagem, Banks investiu mais em mostrar o trabalho em equipe do trio. ”Foi importante para mim fazer um filme sobre mulheres trabalhando juntas e apoiando uma a outra, e não um filme sobre seus relacionamentos românticos ou sobre suas mães que elas não entram em contato o bastante,” ela diz. ”Quando estou trabalhando, não falo dessas coisas. Eu entro no meu trabalho. Foi importante fazer isso para as Panteras, tratá-las com o respeito que suas habilidades demandam.” Julgando por esta prévia? Missão cumprida.

QUEM É BOSLEY?

Banks, Patrick Stewart e Djimon Hounsou, são eles. Na história de As Panteras, vários atores interpretaram vários personagens chamados Bosley que ajudavam as meninas. Para Banks, foi natural promover de nome para título. ”Bosley agora é um patente na organização, tipo tenentes,” ela diz. ”Todas as Panteras foram interpretadas por mulheres diferentes e possuem nomes diferentes, mas o personagem Bosley sempre foi chamado de Bosley, não importa quem o interpretava. Pensamos, ‘Bom, isso deve significar mais do que um nome.’”

strong>VESTIDAS PARA IMPRESSIONAR

Não seria As Panteras sem disfarces. Sabina (Stewart) se disfarça em uma corrida de cavalos na Turquia, onde o trio persegue um alvo até que ”o caos se instale, como sempre,” Banks prevê. Esse caos, no entanto, não será como as sequências exageradas como nos filmes de 2000; a diretora diz que ela ficou mais “no chão” com a abordagem de ação: ”Eu queria que elas fossem diferentes de super heroínas, aliens, e criaturas mitológicas que estão em muitos filmes de ação agora.”

Na verdade, a mistura de ação e humor da franquia Missão: Impossível inspirou a dinâmica de grupo. ”Falamos muito sobre esses filmes,” Banks diz. ”Eles funcionam melhor quando o time está junto, quando Ving Rhames, Simon Pegg e Rebecca Ferguson estão juntos. Essa sensibilidade realmente importa para mim.”

SEGREDO DE ESTADO

Quando perguntamos o que Noah Centineo está fazendo em uma cena com Ella Balinska, Banks fica calada. ”Eu não quero falar muito sobre o Noah,” ela diz sobre seu personagem, Langston, ”mas ele é um amigo para a personagem da Naomi.” As Panteras claramente possuem vários aliados, mas isso não significa que elas não conseguem completar a missão sozinhas. ”Mulheres podem fazer qualquer coisa,” diz Banks. ”Isso não é só minha crença pessoal. Esse é o núcleo de As Panteras.”

REUNIÃO PODEROSA

Na última vez que Banks colaborou com Scott, foi em Power Rangers em 2017, onde ela interpretou a vilã Rita Repulsa e Scott era a Ranger Rosa. Desta vez, elas estão do mesmo lado: Banks é uma Bosley ajudando Elena, que interpreta um papel crucial na missão central. ”Eu queria alguém que eu sentia que o público iria querer torcer,” Banks diz sobre Scott. ”Ela consegue ser essa mulher que é muito divertida e engraçada.”

GIRL POWER EM ABUND NCIA

O filme de Banks marca a primeira entrada de As Panteras nas grandes telas com a direção de uma mulher. ”É uma época muito emocionante para filmes liderados por mulheres,” ela diz, citando Mulher Maravilha e Capitã Marvel como recentes sucessos de bilheteria. ”O público está procurando por histórias inspiradoras sobre personagens reais e relacionáveis, e eu acho que as mulheres no meu filme são definitivamente reais e relacionáveis, mas mais importante, eu acho que elas são muito divertidas.”

E elas estão definitivamente se divertindo. Tirem pelo guarda roupa de Sabina e mudanças de identidade pelas fotos. ”Eu queria que a Kristen mostrasse um lado dela que realmente não vemos em filmes,” Banks aponta. ” Ela está realmente muito engraçada neste.”

BOM DIA, PANTERAS

John Forsythe, a voz do enigmático chefe das Panteras na série dos anos 70 e dos filmes de 2000 faleceu em 2010. Mas não se preocupe. Banks tem um plano para seu Charlie. ”A voz vai ser muito familiar para vocês,” ela prevê. ”Tentamos reproduzir a voz de John Forsythe o melhor que pudemos. Queremos um senso verdadeiro de continuidade no filme.” Afinal, como vimos nas imagens, as Panteras atendem a ligação.

Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil

COMUNICADO IMPORTANTE!
25, maio
postado por KSBR Staff

Olá, pessoal!

Como muitos devem ter percebido, algumas fotos estão faltando na nossa galeria. Há uns meses os fã sites vem enfrentando uma onda de denúncias pelo uso de fotos com direito autorais de agências específicas. Tentando nos proteger e evitar de perder o conteúdo do site e das redes para sempre, ou até mesmo uma ação legal, resolvemos que por enquanto NÃO iremos mais postar fotos de paparazzi na galeria e nas redes. As fotos que vocês ainda encontrarão por lá, além das profissionais de evento, são as de paparazzi relacionadas aos eventos ou à divulgação de algum projeto (de 2016 até 2018, os outros anos todas as fotos continuam públicas por enquanto). Não queríamos ter tomado essa atitude, já que praticamente nosso conteúdo é formado por esse tipo de foto, mas para não tomarmos uma medida mais trágica como fechar a galeria por completo ou até mesmo o site, esse foi o modo que encontramos de continuar a trazer notícias para vocês. Prometemos que quando essa situação chata normalizar, e SE normalizar, todo o conteúdo estará disponível novamente para vocês. Esperamos que não fiquem tristes conosco e que continuem nos acompanhando, tudo o que fazemos é para vocês que estão sempre nos visitando há quase 10 anos 💖

Qualquer dúvida estaremos esclarecendo no nosso Twitter.

Beijos, equipe Kristen Stewart Brasil

ENGLISH:

Hello, guys!

Many of you probably noticed that some pics are missing from our gallery. Fansites have been through some trouble for the use of images with copyright made by specific agencies. Tying to protect ourselves and trying not to lose all our content from the site and social media, or even legal action, we decided that for now we WON’T post paparazzi pictures anymore on our gallery and social media. The pictures that you will find there, besides the professional ones from events, are the ones related to some event or promo for some project (from 2016 until 2018, the pictures from other years will remain public for now). This wasn’t what we wanted, since our content is mostly from these type of pictures, but this was the only way we found to continue to bring news to you since closing the gallery or even the site would be really bad. We promise that when this situation ends, IF it ends, all our content will be available again. Thanks for supporting us for almost 10 years now and we hope we didn’t make anyone sad 💖

For any doubts, we will be at our Twitter account.

XX, team Kristen Stewart Brasil.

Como parte do júri do Festival de Cinema de Cannes, Kristen participou de um jantar especial no dia 07/05. Confira as fotos do jantar abaixo:

KSBR3_28329~0.jpgKSBR3_28529~0.jpgKSBR3_282129.jpgKSBR3_281829.jpg

 CANDIDS > APARIÇÕES EM 2018 > (07/05) CHEGANDO AO JANTAR DO JÚRI EM CANNES

KSBR2_28629~1.jpgKSBR_282029.jpgKSBR3_281329~0.jpg

 EVENTOS > EVENTOS E PREMIAÇÕES > EVENTOS E PREMIAÇÕES EM 2018 > (07/05) JANTAR DO JÚRI EM CANNES
23456