O Yahoo Movies conversou com Kristen, Nicholas Hoult e Drake Doremus durante o dia de divulgação de Equals em Los Angeles e os três falaram sobre a possibilidade de um mundo como no filme e mais. Confira:

Sobre os prós e contras de viver em um mundo sem emoções.

Drake Doremus: Eu sou uma pessoa tão emotiva que eu não consigo imaginar estar nesse mundo. Mas eu acho que é fascinante remover a coisa que nos faz humanos, que é a capacidade de amar. E então é muito fascinante pensar, nós deveríamos achar um caminho de volta para isso? É mais produtivo para uma sociedade focar na exploração e curiosidade, sem as coisas que nos impede? E a resposta é não, não mesmo. A vida é bagunçada e relacionamentos também. Não é perfeito, e aceitar isso é muito importante.

Kristen Stewart: É uma pergunta hipotética que é boa para a conversa e para o filme, mas eu realmente não acho que você poderia ter esse tipo de mim. Nós seríamos apenas massas carnudas de pessoas indiferentes que nunca saem da cama; não teríamos resposta humana para nada. Não haveria curiosidade intelectual ou desejo de progressão. Eu não saberia nem como estar viva sem isso.

Nicholas Hoult: Seria uma sociedade mais fácil de viver, e teria mais paz sem as coisas terríveis que fazem as pessoas sentirem profundamente. Mas você não pode ter essa coisa boa sem as ruins.

Sobre filmar as cenas íntimas, incluindo o encontro sensual no banheiro.

Hoult: Drake te dá um espaço e ambiente onde você se sente seguro para explorar e fazer sua coisa. Mas além disso, ele é muito encorajador e se importa muito. Foi estranho ir do zero para 100, pulando entre as cenas onde você não pode sentir nada e cenas onde você está experimentando as coisas pela primeira vez.

Stewart: Essas pessoas sabem como andar e falar, e eles tem empregos. Então eles não são crianças. Ainda assim, eles são emocionalmente e sexualmente atrofiados. Se você colocar duas pessoas que nasceram adultos de frente para o outro, o que eles fariam, especialmente se são atraídos um pelo outro? Eles não saberia como beijar ou procriar, mas eles ainda são humanos. É uma hipótese estranha, mas eu posso imaginar.

Doremus: Kristen e Nic se jogaram completamente no filme. Foi incrível estar ao redor dessa energia. Eles são tão diferentes; Nic é um pouco tímido, e Kristen é muito apaixonada e intensa. Eles trouxeram coisas um no outro que eu não acho que outras pessoas teriam. Você não quer muito dirigir eles. No set, eu não falava muito, para ser honesto. Eu só deixava a câmera rolar e os deixava explorar a dinâmica que existia e saia do caminho mais do que tudo.

Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil