A premiere de Equals aconteceu na quinta feira passada em Los Angeles e contou com a presença de Kristen, seus colegas de elenco e também do diretor Drake Doremus, que deram uma breve entrevista para o site The Hollywood Reporter. Confira:

As estrelas de Equals, Kristen Stewart e Nicholas Hoult estavam entre aqueles que andaram no tapete vermelho na premiere de Los Angeles do novo filme na noite de quinta feira no Arclight Hollywood.

Apesar de Equals ter sido disponibilizado exclusivamente no DirecTV desde 26 de maio, a premiere celebrou a estreia limitada do filme nos cinemas.

O romance futurista se passa num mundo onde emoções foram erradicadas, com exceção de algumas pessoas – incluindo os personagens de Hoult e Stewart.

Mas isso não significa que eles não interpretam pessoas sem emoções em pedaços do filme. Um desafio único, não só para os dois, como para a maioria do elenco.

“Os personagens não são destinados a sentir, então você tem que interpretar isso e entender como isso muda ao decorrer do filme e o que isso significa para essas pessoas,” disse Hoult.

Jacki Weaver, que interpreta Bess, também achou dificuldade na tarefa. “Eu tinha que me concentrar,” ela disse ao The Hollywood Reporter.

Há uma cena em particular (até aparece no trailer) onde Hoult e Stewart são forçados a confrontar seus sentimentos recém-descobertos.

“É uma cena especial,” o diretor Drake Doremus contou ao THR. “Essa é uma cena onde eles passaram o filme todo esperando e esperando para tocarem um ao outro, e então, de repente, eles conseguem fazer isso nesse ambiente muito estranho e apertado e é realmente incrível porque nós esperamos para filmar. Foi apenas uma explosão. Foi como água fervida até aquele momento, então é muito explosivo e muito intenso.”

Hoult pensou isso, também. “Nós filmamos, e depois, acho que uma ou duas semanas depois de filmagens, não houve nenhum contato físico entre nossos personagens até aquele ponto, então eu acho que foi um tipo de libertação, e também uma descoberta para os personagens,” ele disse ao THR.

Para preparar os atores, não só para as cenas, mas para todo o filme, Doremus usou métodos levemente convencionais.

“Drake possui esse processo incrível de ensaio que não consiste em ensaiar, na verdade, porque não é sobre revisar o material; é sobre conhecer um ao outro, o que é uma ótima base que muitas pessoas não colocam necessariamente nos ensaios,” Stewart disse. “Geralmente é sobre ter certeza que você sabe suas falas e que vocês estão na mesma página. Isso foi mais sobre quebrar barreiras e estar confortável um com o outro e saber que assim que entrássemos no set nós seríamos capazes de entregar tudo o que temos.”

Hoult explicou o processo como sendo colocados em um quarto e fazendo exercícios diferentes, “onde você só diz olá um para o outro, olha nos olhos por um longo tempo e então você só é permitido dizer a verdade ou dizer somente mentiras.”

Os dois pareceram ter uma química natural, de acordo com Doremus.

“Eles são perfeitos,” ele contou ao The Hollywood Reporter. “Digo, eu realmente escrevi o filme para o Nick, então ele sempre esteve lá. Quando eu conheci a Kristen, ela foi tão interessante e um poço de energia, muita energia. Eu sinto que eles trazem algo muito intenso e bonito um no outro no filme.”

Enquanto Equals certamente não é a primeira história de amor de Doremus (seus créditos também incluem o ganhador de vários prêmios, Loucamente Apaixonados), o filme é diferente comparado a seus outros trabalhos.

“Eu acho que esse filme é muito diferente dos anteriores, mas também muito parecido,” ele disse. “Digo, no final do dia é um estudo bem íntimo sobre como é se apaixonar e lidar com esses sentimentos e como isso muda você ao decorrer do tempo.”

O ambiente distópico também levou Doremus até um novo território.

“Eu nunca fui um nerd sci-fi, mas eu sempre fui fascinado com o gêneros e pensei que foi um ambiente interessante para uma história de amor, para tentar fazer algo mais quente, para ser honesto,” ele disse. “A maioria dos filmes sci-fi, para mim, são muito frios e distantes e eu realmente queria fazer algo que fosse o oposto disso, algo que pareça quente.”

Weaver até disse que o filme estava “contando novamente a velha história de Romeu e Julieta,” ao se tratar do romance proibido de Hoult e Stewart.

Apesar de Stewart certamente não ser novata ao interpretar uma personagem do tipo Julieta, como Bella em Crepúsculo, ela não viu nenhuma relação entre Bella e essa nova personagem; apesar disso, ela disse que as duas são “muito parecidas em sua espécie de natureza desesperadora.”

Fonte | Tradução: Equipe Kristen Stewart Brasil